2005

Em 2005, Zico voltou à ginástica olímpica.
por imaginar que as pessoas do video também treinassem ginástica e artes marciais, passou a treinar todos os dias e testar a movimentação na rua. Em junho do mesmo ano, o Discovery Channel exibiu o documentário JUMP LONDON (free running), com Sebastién Foucan, um dos precursores da modalidade.

Naquele momento era difícil pesquisar sobre o assunto mas não impossível. Pois só tinham sites e blogs gringos. Dava para descobrir o ponto de partida do percurso através de David Belle, a principal figura da modalidade, explicando em poucas palavras onde e como tudo começou.

“Certo, parece que existem duas modalidades diferentes… mas eu acho que não. Vou treinar os dois tipos, porque é besteira ficar discutindo sobre isso. Melhor é agir e aprender”

Zico escolheu convicto de permanecer entre as duas vertentes,  deduziu que era o melhor pra ele. Tentou visualizar movimentos em lugares que pareciam impossíveis. Os treinos de ginástica olímpica foram aos poucos sendo substituídos, pelos treinos na rua.

Até o final de 2005, Zico pensava ser o único a praticar a modalidade em São Paulo, foi então que em uma matéria do Faustão, ele conheceu o Grupo Le Parkour Brasil e procurou saber quem eram aquelas pessoas, para poder compartilhar os conhecimentos. No grupo, conheceu os irmãos Thiago Miranda ( Ti Urso) e Gabriel Miranda (Bisão), tornaram­-se grandes parceiros de treinos juntamente com Leonardo Penteado e Anderson M.Guedes. Depois, conheceu os outros integrantes que haviam criado o grupo: Eduardo Bittencurt, Jeronymo Bittencurt, Diogo Granato, Jax Kaufman, Rodrigo*.

Aguarde as novas edições!