2007

O grupo mais conhecido do Brasil
convida o Zico para fazer parte da equipe e de seus projetos.  A marca LE PARKOUR BRASIL começa a ficar conhecida como o primeiro grupo de profissionais com a nova modalidade. Mais Tarde entrou Danilo Alves que deu seguimento aos trabalhos. do grupo.

Adquiriu um reconhecimento por suas habilidades acrobáticas e pela sua ousadia na tentativa de movimentos arriscados. Essa experiência aumentou nele, o desejo de construir um caminho seguro para aqueles que viriam à conhecer o Parkour por intermédio do seu esforço.

Pelo grupo, iniciou um projeto na escola São Domingos ensinando o Parkour para alguns alunos.

Trabalhou no projeto durante 1 ano, mas preferiu se dedicar aos treinos, para adquirir mais experiencia. Ele achava que teria mais para aprender e desenvolver quanto à movimentação, além disso, precisava aprimorar algo muito forte e interno; a essência.

Sem uma referência que lhe trouxesse incentivo e a viagem de Ti Urso para Nova Zelândia, os treinos em grupo foram ficando cada vez mais distantes de acontecer. Zico passou a fazer treinos noturnos durante o inverno na procura de inovação e desafio. Era um jeito novo de buscar motivação e a busca se tornou a própria motivação. Para muitos, não se via futuro com o Parkour, não havia um por quê de continuar fazendo aquilo, não existiam campeonatos e assim, qual recompensa? Qual ponto de chegada?

01-historico-02

Aguarde as novas edições!